Alimentos para um bronzeado saudável

A pele é o maior órgão do corpo. 10% do nosso peso corporal ficam para ela, com uma função muito especial que é proteger o nosso organismo das agressões externas e filtrar os raios solares. É primordial que se tenha todo cuidado com a pele, principalmente a pele clara, essa sempre se queima e nunca fica bronzeada.

Temos a melanina que é um pigmento produzido pelos melanócitos, essas determinam a cor da pele e protege dos raios solares. Quanto mais melanina, melhor, por isso que as peles escuras têm menor risco de câncer. No caso das peles mais claras, o mais recomendado é a utilização de bloqueadores com proteção superior a 30. Quando nos expomos de maneira correta (vinte minutos, antes das 10 horas) o sol ajuda na síntese da vitamina D, o qual ajuda a fixar o cálcio nos nossos ossos.

Alimentos ricos em carotenoides são importantes para quem pega muito sol. Os carotenoides
são uma família de substancias relacionada ao caroteno, encontrados em muitos alimentos responsáveis pela cor e pigmento da planta e frutos. Eles constituem um fator foto-protetor
endógeno e previnem contra os danos causados pela exposição solar. Os mais conhecidos são
o betacaroteno, o licopeno, a luteína e a zeaxantina.

Os alimentos ricos em betacarotenos são os alimentos de cores alaranjados, tais como mamão-papaia, manga, cenoura, laranja, beterraba, tomate. O betacaroteno ingerido é convertido em vitamina A, que auxilia na formação da melanina, o pigmento que dá cor à pele, além disso, protege os olhos que não recebem filtro solar, e de quebra aumentam o sistema imunológico. São considerados ótimos antioxidantes, sendo que alguns cientistas acreditam que possam ser usado na prevenção de alguns tipos de câncer.

A Luteína, o Cácio, o Ácido Fólico:
O brócolis e o espinafre também são alimentos importantes para quem se expõe ao sol. Tanto o brócolis como o espinafre são ricos em vitaminas A e C e em cálcio, ácido fólico, ferro, potássio e selênio, bioflavonídeos e outros antioxidantes que ajudam diminuir os efeitos dos radicais livres.

O cálcio participa ativamente da mineralização de ossos e dentes na regulação da pressão arterial. O ácido fólico dá uma força para o sistema nervoso e imunológico, ajudando no bom funcionamento.

Um alerta: se você notar que as palmas da mão ou que a base do pé está ficando cor de laranja é sinal de excesso de alimentos contendo betacaroteno. Os quais se transformam em vitamina A. A quantidade de vitamina A ingerida varia de acordo com o alimento, com seu estágio de maturação (se o alimento está maduro), com o efeito climático e geográfico, e no tempo de cocção e do armazenamento. Todos estes fatores irão influenciar no quanto o nosso organismo consegue absorver desse nutriente.

Fonte: Blog Viva Assim
vivaassim.com.br