Solidão plena

Eduardo Lamas

Crônica típica de quem filosofa no botequim, sozinho, no fim da noite ou início do dia, quando as portas já estão cerradas, um mundo se abre e a indagação do sentido da vida cai do céu com toda sua metafísica e traz… uma crônica.