Reaproveite frutas sem desperdiçar os benefícios

Além da conservação e manuseio correto dos ingredientes, para evitar o desperdício e aproveitar os nutrientes. Uma ótima saída é usar a criatividade culinária criando receitas deliciosas, como geleias, sobremesas e compotas.

Principalmente no Rio de Janeiro, por causa do clima quente, as frutas desidratam facilmente e por isso estragam mais rapidamente. No amadurecimento já acontece uma mudança no metabolismo das frutas, por isso, dizemos que a melhor fase é quando a fruta está madura. Após essa fase, ela começa a deteriorar e as perdas de nutrientes correspondem à redução de água ou de matéria seca.

Quando as frutas estão mais moles, com partes escurecidas, é um sinal de que já passaram do ponto e perderam não só o sabor, mas seus nutrientes. Quando a textura, cor e cheiro das frutas não sofrem tantas alterações é o tempo de reaproveitar. Para evitar jogar fora um alimento que ainda tem nutrientes a oferecer, conheça alternativas para incorporar ao seu cardápio saudável:

1. Geleia

Basta adicionar açúcar ou adoçante para forno e fogão e deixar cozinhar por bastante tempo.

2. Bolos ou tortas

Depois de remover os pedaços escuros e amolecidos, basta picar e usar nas mais diversas receitas.

3. Compota

Aqui o alimento é cozido em açúcar, adoçante ou outro líquido (como água ou suco) e armazenado em potes de vidros herméticos.

4. Molhos ou caldas

Assim como é feito nos bolos e tortas, é só picar e utilizar normalmente em preparações de molhos para carnes, com a manga, por exemplo, pode-se fazer um molho chutney, ou uma outra calda doce.

5. Sorvete de fruta

Uma boa forma de conservar as frutas é congelá-las. Depois de congeladas, se batidas com iogurte natural ou um pouco de leite (de preferência desnatado) junto com açúcar ou adoçante, a fruta vira um sorvete cremoso e saudável.

Mas antes do preparo de qualquer receita, é preciso lembrar de higienizar as frutas, eliminar todas as partes machucadas e se certificar que não há nenhuma contaminação. As frutas deterioradas podem sofrer contaminação por fungos e bactérias. Os perigos de se consumir um alimento assim podem ser de uma simples dor de barriga até uma gastroenterite.

Compartilhe práticas saudáveis para uma boa dieta alimentar.

Fonte Blog Viva Assim

vivaassim.com.br