Assim

EU, FEMININO

Apesar dos pesares estaremos lá — Tokyo 2020

Ainda que a primeira edição dos Jogos Olímpicos da Era Moderna tenha sido taxativa na fala do Barão de Coubertin, que reverberou na Grécia, em alto e bom tom, a famigerada frase que transcreverei a seguir, como justificativa para...

Machismo, como cortar o mal pela raiz?

Infelizmente, não é a primeira vez, que me vejo impelida a trazer o tema machismo para este espaço. Em verdade, essa tônica, retroalimentada pela nossa sociedade há séculos, vem sobrevivendo e renascendo a cada violência contra a mulher, a...

Respeito é bom, e nós gostamos!

Respeito é a base. A base de tudo, para tudo, entre todos. As mulheres foram brutalmente desrespeitadas em seus direitos básicos, desde a antiguidade. Sempre foi um desafio viver, manifestar seus quereres, exercer funções, fora das que lhes eram...

O merecido ensaio sensual

Recentemente, ao sugerir que as ilustrações do meu novo livro contemplassem mulheres “Plus size”, fui desafiada a fazer eu mesma o ensaio sensual que ilustraria o projeto. Algo bem inusitado para uma mulher cinquentona, fora do padrão de beleza...

Os ‘Scammers’ e a carência emocional

A internet chegou e revolucionou o mundo, as relações comerciais, financeiras, familiares e pessoais. Longe de mim, ter algo contra o avanço tecnológico das TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação). Pelo contrário, sou favorável a tudo que elas nos...

O vaginismo e a ignorância

Cresci ouvindo pessoas falarem ao meu redor sobre a temida “dor da defloração”. Confesso que eu mesma tive esse temor quando me entreguei a um rapaz pela primeira vez. Sou uma mulher de cinquenta e três anos, e, na...

Grisalhos, sim ou não?

Está aí, uma pergunta que tenho me feito recorrentemente. Acho lindo quando vejo mulheres que assumiram seus grisalhos durante a pandemia. Um lado meu admira sinceramente, deseja profundamente ter a mesma ousadia. Esse mesmo lado compreende perfeitamente que as mulheres...

Nem frágeis, nem fortes: humanas!

Há vinte e cinco anos aproximadamente, nascia minha primeira filha, prematura, de cinco meses e três semanas, de parto normal. Após sentir a saída do feto escutei algo que parecia um miado fino e fraco. Perguntei a médica o...

‘Bibi perigosa’, para quem?

Não sou uma pessoa que possa ser chamada de “noveleira”, assisto um capítulo aqui, outro acolá, ou na maior parte das vezes a TV, que mantenho sempre ligada com o controle remoto fazendo um papel de navegador, me revela...

Deixe-nos viver!

Seria maravilhoso se esta primeira matéria do ano se inspirasse nas promessas, nas metas e em todos os planejamentos, que normalmente fazemos para a virada. Bastante previsível até este tema. Embora, ele se repita, nem sempre logramos o êxito esperado...

COLUNAS DO PORTAL

PUBLICIDADE

PRA VOCÊ

PORTAL INDICA