Assim

EU, FEMININO

Os ‘Scammers’ e a carência emocional

A internet chegou e revolucionou o mundo, as relações comerciais, financeiras, familiares e pessoais. Longe de mim, ter algo contra o avanço tecnológico das TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação). Pelo contrário, sou favorável a tudo que elas nos...

O vaginismo e a ignorância

Cresci ouvindo pessoas falarem ao meu redor sobre a temida “dor da defloração”. Confesso que eu mesma tive esse temor quando me entreguei a um rapaz pela primeira vez. Sou uma mulher de cinquenta e três anos, e, na...

Grisalhos, sim ou não?

Está aí, uma pergunta que tenho me feito recorrentemente. Acho lindo quando vejo mulheres que assumiram seus grisalhos durante a pandemia. Um lado meu admira sinceramente, deseja profundamente ter a mesma ousadia. Esse mesmo lado compreende perfeitamente que as mulheres...

Nem frágeis, nem fortes: humanas!

Há vinte e cinco anos aproximadamente, nascia minha primeira filha, prematura, de cinco meses e três semanas, de parto normal. Após sentir a saída do feto escutei algo que parecia um miado fino e fraco. Perguntei a médica o...

‘Bibi perigosa’, para quem?

Não sou uma pessoa que possa ser chamada de “noveleira”, assisto um capítulo aqui, outro acolá, ou na maior parte das vezes a TV, que mantenho sempre ligada com o controle remoto fazendo um papel de navegador, me revela...

Deixe-nos viver!

Seria maravilhoso se esta primeira matéria do ano se inspirasse nas promessas, nas metas e em todos os planejamentos, que normalmente fazemos para a virada. Bastante previsível até este tema. Embora, ele se repita, nem sempre logramos o êxito esperado...

As mulheres e a pandemia

As mulheres por serem na maioria das vezes condutoras da rotina familiar têm sido impactadas quando o assunto é pandemia. Indispensável relatar os cuidados necessários aos familiares infectados. Digo isso com relativa propriedade já que tive um filho assintomático...

A mulher e os dois lados da festa…

Festejar é algo que costuma encher os olhos de todo mundo, independentemente do gênero, o normal é: gostar de festa. Festejar não precisa ser algo, obrigatoriamente, de grandes proporções, existem festas pequenas, prives, a dois, a três, festejar é...

Maternidade, ser ou não ser?

“Filhos... Filhos? Melhor não tê-los! Mas, se não os temos, como sabê-los?” Bastante conhecido, esse ditado popular, eternizado na composição de Vinícius de Moraes. Eternizado pelo poeta, mas, recorrentemente, reproduzido em inúmeras famílias das mais variadas camadas sociais. A...

Sororidade zero?

Estou há dias indignada com o caso da embaixadora das Filipinas responsável pelas agressões a sua colaboradora doméstica. Certamente que os maus tratos filmados não deveriam jamais existir nas relações laborais domésticas fosse qual fosse as circunstâncias. Acresço ainda,...

COLUNAS DO PORTAL

PUBLICIDADE

PRA VOCÊ

PORTAL INDICA